Notícias de Tecnologia
Nosso presente é a melhor garantia do futuro

EDI Academy – Por que externalizar o EDI em um fornecedor de confiança

13/09/2017

EDI Outsourcing

As empresas desperdiçam tempo e recursos em tarefas que não constituem y recursos em tarefas que não constituem sua atividade principal e que, ademais, não lhes aportam qualquer valor agregado. A longo prazo, essa gestão supõe um freio para o crescimento do negócio. Por isso, nessa versão do EDI Academy falamos de uma tendência que se está impondo em todo o mundo: o outsourcing. Com ele, as companhias podem centrar suas ações em seu core business, enquanto que outras organizações externas se responsabilizam pela gestão de atividades sem valor agregado ao negócio.

Externalizar o EDI em um fornecedor de confiança forma parte de uma estratégia de focar no seu próprio negócio. Se trata de um modo de se liberar da gestão da plataforma de comunicações B2B, de todas as tarefas associadas que são exigidas e, o mais importante, da administração dos recursos tecnológicos.

As cópias de segurança, os servidores, o controle de erros, as bases de dados, o registro de novos interlocutores, a manutenção… qualquer atividade relacionada com a solução de intercâmbio eletrônico de dados fica em mãos de um fornecedor externo. É o que se conhece como EDI outsourcing, uma modalidade que permite explorar ao máximo os benefícios dessa tecnologia para os negócios: desde a economia de custos até o incremento da produtividade.

Como funciona o EDI Outsourcing

O serviço Global Outsourcing da EDICOM está desenhado para delegar por completa a gestão do EDI e a faturação eletrônica com a máxima confiança. Um técnico especializado atua como usuário avançado da plataforma de comunicações da empresa e administra todos os parâmetros da solução e-commerce B2B.

No caso de que surja alguma incidência ou erro, esse administrador coordena também a solução do problema com a equipe de suporte. Ou seja, os empregados da companhia ficam liberados de uma importante carga de trabalho.

Mas quais atividades em concreto podem ser delegadas para um serviço de Outsourcing?

  • Configuração da solução e execução na plataforma EDI.
  • Gestão e tratamento de erros ou alarmes.
  • Controle das comunicações e dos processos desasistidos.
  • Definição dos perfis na rede de comunicações.
  • Parametrização de interlocutores.
  • Coordenação dos primeiros intercambios de documentos através de entorno de provas da companhia.
  • Controle de fluxo de informação entre a empresa e os novos interlocutores que se vão somando à plataforma.
  • Abertura de “gateways” entre diferentes redes de comunicação.
  • Atualização constante das copias de segurança dos dados e segurança da informação.

A externalização de todas essas tarefas relacionadas com o EDI permite aumentar a produtividade em distintas áreas da companhia: desde o departamento de IT até o de administração. Como resultado, se reduzem os custos econômicos e se impulsiona o crescimento do negócio, que conta com maiores recursos para se desenvolver.

Como escolher a um fornecedor tecnológico de confiança

Ainda que o EDI outsourcing suponha grandes benefícios para as empresas, também implica alguns riscos. As companhias deixam nas mãos de um terceiro, informações altamente confidenciais e a respectiva responsabilidade de gestão. A partir disso é essencial que se escolha um fornecedor tecnológico de confiança.

Na hora de selecionar o partner mais adequado para externalizar o EDI, devem ser avaliados aspectos como a capacidade tecnológica, o suporte, as certificações em matéria de segurança ou experiência. Nessa outra edição da EDI Academy explicamos mais desse tema.

Gostaria de mais informações?


Solicite-as

Tags

Cloud Computing B2B Cloud Platform EDI ASP-SaaS e-Invoicing GDSN VMI VAN OFTP2 AS2 Certification Authority Digital Signature Outsourcing SLA Software EDICOM Events SaaS-ASP Corporate Information GS1 CFDI PAC APP Associated Data Sync partners EDICOM Retail public administrations Acreditations Web Portal EDI NF-e einvoicing Partner Web Portal SAP EDI Health Edicomdata ediwin CRP EBI B2B EDICOMNet edi logistics SAFT-PT business@mail CT-e NFS-e TSD epayrolls factura electronica edi automotive comprobante de pago CAE DTE e-awb nfc-e comprobante fiscal electronico compliance xml-cargo edicom air iata e-cargo facturación electrónica IVA AFIP Cargo-XML EDICOMAir SUNAT Perú EDI Auto b2g datapool panama PCRDD edi academy sat paperless mmog OFTP EDI Web carrefour boleto financeiro Brasil boleto financeiro não registrado boleto registrado colombia factoring X12 DIAN México DESADV ASN Costa Rica Nexxera interoperabilidad Cancelación Brazil redes supermercadistas centros de compras no Brasil european union emisión electrónica global einvoicing factura electrónica ecuador VAT compliance aviso de expedición Advanced Shipped Notice Despatch Advice data synchronization SEFAZ fatura eletrônica Nota Fiscal Eletrônica tendencias interoperability interconexión SINTEL Brasil interoperabilidade e-procurement trends digitization digital transformation SaaS MMOG/LE latam cybersecurity EDI financeiro white paper factura electrónica colombia fintech ebimap SME EDICOMLta e-commerce EDI financiero fattura b2b B2B e-Invoicing GDPR portugal blockchain

Siga-nos

  • linkedin
  • rss