Notícias de Tecnologia
Nosso presente é a melhor garantia do futuro

EDI Academy – Como implementar o EDI na sua empresa

08/11/2017

EDI Academy

Ao longo da série EDI Academy descobrimos o que é o intercâmbio eletrônico de dados, como funciona e quais as suas vantagens. Agora, vamos ver como implementar o EDI em sua empresa. O que você tem que levar em consideração para que um poderoso projeto tecnológico como este, possa ter sucesso? Este é o caminho que você deve seguir.

1. Defina o responsável


Implementar o EDI na sua empresa é um investimento de tempo e dinheiro. É por isso que é conveniente planejar o projeto nos mínimos detalhes. O primeiro passo é organizar a equipe interna e designar uma ou mais pessoas responsáveis. Esta equipe será responsável por fechar o orçamento, tomar as decisões mais importantes e coordenar a implementação do EDI nos diferentes departamentos afetados. Além disso, será o principal link entre a empresa e o provedor de tecnologia.

2. Analise o funcionamento da empresa

Se você já decidiu que deseja implementar o EDI em sua empresa, este é o momento de  justificar o porquê. Analise como os processos de negócios funcionam atualmente: qual volume de dados é trocado, quanto tempo os funcionários passam nessas tarefas, qual é a taxa de erro que ocorre nessas comunicações, etc..

Fazer uma boa análise será muito útil caso você precise explicar esse salto tecnológico para seus superiores da empresa. Mas, além disso, esse passo é fundamental para depois escolher uma solução apropriada. Uma vez que você conhece em profundidade como as comunicações com os parceiros são gerenciadas, você pode desenhar uma nova estratégia que permita otimizar isso através do EDI.

3. Selecione o fornecedor de tecnologia

Embora existam muitas empresas dedicadas ao intercâmbio eletrônico de dados, nem todos oferecem o mesmo serviço. Ao escolher um fornecedor de tecnologia para implementar o EDI, é conveniente investigar suas histórias de sucesso, experiência em setores como o seu e em empresas de tamanho similar, sua capacidade internacional, certificações de segurança e escalabilidade.

Outros aspectos também importantes são o fato de possuir uma rede poderosa e interoperável de valor agregado (VAN), o serviço em vários idiomas (se a empresa trabalha em um entorno internacional), a qualidade do suporte técnico e a possibilidade de instalar outras soluções de valor adicionado no médio prazo.

A EDICOM cumpre todas essas características e, portanto, tem mais de 14.000 clientes ativos em todo o mundo. Nesta publicação, você tem mais detalhes sobre os aspectos que você precisa avaliar antes de contratar um provedor de tecnologia.

4. Escolha a solução mais adequada

Como já vimos em outras entregas da EDI Academy, existem diferentes tipos de EDI. A análise sobre o funcionamento da sua empresa também servirá para identificar qual é a solução mais adequada. Então, você pode decidir entre o EDI da Web ou o EDI integrado; entre uma solução local ou uma solução global.

5. Estabeleça metodologia e prazos de trabalho

Uma vez que todas as decisões anteriores foram feitas, será tempo do responsável acordar com o fornecedor tecnológico a metodologia de trabalho. Neste ponto, é essencial estabelecer prazos para cada fase do trabalho e reservar um cronograma para possíveis contingências.

Além disso, tenha em mente que sempre é aconselhável realizar um projeto piloto da solução EDI para verificar se tudo funciona corretamente antes de colocar em produção.

6. Comece a trabalhar com o EDI e abra a porta para outras tecnologias

A implementação do EDI na sua empresa significará uma mudança de organização, uma vez que muitas das tarefas se tornarão automáticas. A médio prazo, esta tecnologia começará a oferecer inúmeras vantagens, como a diminuição dos custos econômicos ou o aumento da produtividade. Esses benefícios tornarão a empresa mais competitiva, e estará melhor preparada para enfrentar outros desafios tecnológicos.

Gostaria de mais informações?


Solicite-as

Tags

Cloud Computing B2B Cloud Platform EDI ASP-SaaS e-Invoicing GDSN VMI VAN OFTP2 AS2 Certification Authority Digital Signature Outsourcing SLA Software EDICOM Events SaaS-ASP Corporate Information GS1 CFDI PAC APP Associated Data Sync partners EDICOM Retail public administrations Acreditations Web Portal EDI NF-e einvoicing Partner Web Portal SAP EDI Health Edicomdata ediwin CRP EBI B2B EDICOMNet edi logistics SAFT-PT business@mail CT-e NFS-e TSD epayrolls factura electronica edi automotive comprobante de pago CAE DTE e-awb nfc-e comprobante fiscal electronico compliance xml-cargo edicom air iata e-cargo facturación electrónica IVA AFIP Cargo-XML EDICOMAir SUNAT Perú EDI Auto b2g datapool panama PCRDD edi academy sat paperless mmog OFTP EDI Web carrefour boleto financeiro Brasil boleto financeiro não registrado boleto registrado colombia factoring X12 DIAN México DESADV ASN Costa Rica Nexxera interoperabilidad Cancelación Brazil redes supermercadistas centros de compras no Brasil european union emisión electrónica global einvoicing factura electrónica ecuador VAT compliance aviso de expedición Advanced Shipped Notice Despatch Advice data synchronization SEFAZ fatura eletrônica Nota Fiscal Eletrônica tendencias interoperability interconexión SINTEL Brasil interoperabilidade e-procurement trends digitization digital transformation SaaS MMOG/LE latam cybersecurity EDI financeiro white paper factura electrónica colombia fintech ebimap SME EDICOMLta e-commerce EDI financiero fattura b2b B2B e-Invoicing GDPR portugal blockchain

Siga-nos

  • linkedin
  • rss