buscar

Notícias de Tecnologia
Nosso presente é a melhor garantia do futuro

Como enriquecer o fluxo de EDI no setor varejista?

22/11/2017

EDI retail

Uma das características mais importantes do mundo EDI é a facilidade de tratamento da informação compartilhada no momento da sua compilação. Isto se explica graças à homogeneização da informação e ao uso de formatos padrão que permitem o intercâmbio da informação e de documentos. Por exemplo, no setor varejista, o sistema normativo permite o envio de um catálogo de produtos, a gestão de um pedido, das cobranças ou de uma fatura.

Implantação tecnológica do EDI no setor Varejista

O uso do EDI no mundo da distribuição é nitidamente, o setor com maior utilização das tecnologias para o intercâmbio de informações, para o tratamento de documentos comerciais ou para o envio eletrônico de dados.

Os supermercados e grandes armazéns são apenas alguns dos negócios que colaboram para vender e mover grandes quantidades de estoque. Na prática isto supõe um grande volume de operações que vem ao encontro do intercâmbio de processos B2B (gestão de estoques, catálogo de produtos, tratamento de pedidos, envios para os fornecedores, etc) na cadeia de suprimentos. O fluxo habitual do EDI entre o varejo e o fornecedor composto apenas pelo pedido e a fatura, começa a não ser suficiente para as grandes multinacionais. Uma vez implantado um sistema de EDI, porque não aproveitá-lo ao máximo?

Rentabilizar o EDI para otimizar o negócio

Existem outros tipos de mensagens da cadeia menos conhecidas como o PRICAT, DESADV, REMADV, RECADV OU RETANN, entre outros, que contam com a vantagem de otimizar e tornar mais eficientes as comunicações entre varejo-fornecedor. Estas mensagens EDI têm grandes benefícios para ambos os lados na cadeia B2B. Uma vez implantada, o uso de mensagens através de uma solução EDI, traz benefícios como a redução de custos, graças a uma maior eficiência e segurança na automatização e integração dos processos de recepção de pedidos e operações (envio de fatura, aviso de pagamento, recepção de um pedido ou um catálogo de produtos, etc).

Que outras mensagens EDI enriquecem o fluxo de comunicações?

DESADV: esta mensagem EDI, conhecida também pelo nome ASN ou DESADV, (dos acrônimos ingleses para Advanced Shipped Notice e Despatch Advice) que significam, Aviso de Expedição ou Notificação de Envio, respectivamente. Esta solução EDI tem grandes vantagens para os distribuidores e fornecedores, por exemplo, o DESADV permite verificar a mercadoria enviada pelo fornecedor e conhecer todos os detalhes do pedido.

Ao mesmo tempo, a antecipação do aviso de expedição permite uma rastreabilidade mais ampla, facilitando as tarefas de carga e descarga, além de incluir informação valiosa como o número das embalagens, data de validade dos produtos ou a organização dos produtos no pallet. Graças ao uso do DESADV todas as operações são automatizadas melhorando a gestão da entrega ao agilizar os processos de recepção e envios.

Antes comentávamos da necessidade de gestionar os estoques e a grande quantidade de produtos das empresas dedicadas ao setor varejista. Graças ao PRICAT, qualquer fabricante pode informar aos seus fornecedores sobre seu catálogo de produtos em tempo real, além de fornecer dados como: características, referências, detalhes logísticos, etc.

O REMADV é um dos documentos EDI que uma empresa emite aos seus fornecedores para lhes notificar através de um comprovante de pagamento ou a solicitação de uma fatura. Em geral, o REMADV (do inglês, Remittance Advice Message) é uma espécie de aviso de liquidação que informa sobre os pagamentos e permite saber com exatidão quanto dinheiro se vai pagar e o melhor de tudo, quando.

Da mesma forma que acontece com a mensagem EDI DESADV, o documento RECADV é um dos mais conhecidos e usados. Basicamente, esta mensagem é utilizada no setor varejista para confirmar aos fabricantes a chegada de um pedido. Desta forma, se reduzem gastos ao se evitar os cancelamentos no pagamento das faturas.

ORDERS RESPONSE: Este tipo de mensagem EDI é usado para responder a um pedido e é uma mensagem previamente acordada entre o provedor e o cliente.

Finalmente, existem outras mensagens EDI como RETANN e RETINS que melhoram a comunicação entre o fabricante e o fornecedor para informar as diferenças e de qualquer problema entre os pedidos e a mercadoria enviada. RETANN (do inglês,  Annoucement of Returns) que se traduz como aviso de devolução. Algo parecido acontece com a mensagem EDI RETINS (Instruction for returns) ou emissão de devolução.

Em suma, a utilização dessas mensagens EDI melhoram as comunicações da cadeia de suprimentos, automatiza os processos e reduz os erros e operações ao informar os dados valiosos como a rastreabilidade da mercadoria, o pagamento de uma fatura ou um aviso de expedição. Em resumo, são ferramentas EDI imprescindíveis para as operações B2B, em especial, no EDI retail.

Contate-nos para saber mais informações sobre como otimizar sua solução EDI e enriquecer as comunicações comerciais com todos seus fornecedores.

Gostaria de mais informações?


Solicite-as