buscar

Notícias de Tecnologia
Nosso presente é a melhor garantia do futuro

Como eleger seu fornecedor de cloud?

23/07/2013

Mesmo que 2014 seja um ano chave para o cloud computing (http://www.edicomgroup.com/es_ES/news/2848), ainda há empresas que temem dar o salto para a nova plataforma. A externalização de software e hardware nas nuvens, assim como dos recursos humanos que o fazem possível sua atualização e funcionamento correto, gera insegurança para alguns usuários, que também temem a vulnerabilidade da proteção dos seus dados.

Estas questões são triviais. Eleger um fornecedor adequado é fundamental para explorar o máximo dos benefícios das soluções nas nuvens. Por este motivo, há alguns aspectos que todos aqueles que estão pensando em sucumbir ao cloud computing deveriam ter em conta:

  1. Eleger uma nuvem que se adapte a suas necessidades. Existem plataformas especializadas feitas para montar uma infraestrutura de aplicações de gestão, para construir intranets corporativas ou soluções de escritórios corporativos. Mas também existem outras especificas para aplicações concretas de comércio eletrônico entre empresas, como a da EDICOM. Quando saiba qual o tipo de nuvem é conveniente para sua empresa, procure pelas ofertas dos fornecedores.
  2. Exija garantia e, se for por escrito melhor. Provavelmente, o salto para as nuvens suponha delegar ao seu fornecedor alguns aspectos críticos de gestão da sua empresa. Por isto é importante que, antes de dar o primeiro passo, tenha a garantia da disponibilidade que terá o serviço e de como te ressarcirão em caso de falhas. Isto é conhecido como SLA (Service Level Agreement), um documento em que o fornecedor se compromete a prestar o serviço de um determinado modo e com o mínimo de garantias.
  3. Peça que te informem regularmente do grau de cumprimento do serviço. É uma boa maneira de controlar periodicamente que seu fornecedor executa tudo aquilo a que se comprometeu no SLA. E também servirá para conhecer os problemas que possam aparecer e como as solucionaram.
  4. Pergunte sobre os serviços de comunicações que o fornecedor tenha em produção. Algumas das questões mais relevantes são sobre os provedores de internet, a banda larga dedicada e a capacidade de processamento de dados e de conexões que são capazes de garantir. O que nos interessa neste sentido depende muito do uso que vamos utilizar na infraestrutura: não é o mesmo contratar serviços nas nuvens que deve acessar de maneira recorrente para administrar sua própria infraestrutura de rede, que serviços específicos que exigem o intercambio massivo de informações e acarrete na entrega e descarga de grandes volumes de dados, como seria o caso de soluções cloud para EDI ou Nota Fiscal eletrônica.
  5. Tenha certeza que a arquitetura do sistema do seu fornecedor é adequada para suas necessidades. Comprove que possua centros de recuperação, serviços paralelos ou data Center múltiplo em modo ativo-ativo, que garantam a disponibilidade do serviço.
  6. Se informe de como garantirão a proteção dos seus dados. Pergunte como será efetuado o procedimento de armazenamento e recuperação das informações, caso ocorra alguma contingencia, averigue com qual frequência de tempo realizam as copias de segurança e quanto tempo necessitariam para recuperar o serviço no caso de possíveis panes de sistema. Estas questões devem estar asseguradas e, é conveniente que, seu fornecedor tenha certificações especificas tais como ISO27001, ISO2000 o ISAE3402 (antes SAS70).
  7. Procure um serviço escalonado de acordo com suas necessidades. Tenha em conta que o serviço que sua empresa necessita hoje pode não ser o mesmo que necessitaria amanhã, e o ideal é que seu fornecedor seja capaz de atender suas necessidades a qualquer momento. Antes de dar o passo inicial para as nuvens, se informe de como se ampliará a infraestrutura de TI para garantir que suas necessidades atuais e futuras serão atendidas.
  8. Proteja seus dados. O fornecedor que contratar deve garantir a proteção dos dados que deixar em suas mãos. Em muitos casos, esta informação pode ser muito importante para o seu negócio, e se considerar oportuno, estabeleça acordos de confidencialidade.

Se controlar as questões acima, sua empresa poderá explorar ao máximo as vantagens que as soluções nas nuvens oferecem: desde a diminuição dos custos econômicos e de pessoal até a simplificação de processos administrativos.

 

Gostaria de mais informações?


Solicite-as

Tags

Cloud Computing B2B Cloud Platform EDI ASP-SaaS e-Invoicing GDSN VMI VAN OFTP2 AS2 Certification Authority Digital Signature Outsourcing SLA Software EDICOM Events SaaS-ASP Corporate Information GS1 CFDI PAC APP Associated Data Sync partners EDICOM Retail public administrations Acreditations Web Portal EDI NF-e einvoicing Partner Web Portal SAP EDI Health Edicomdata ediwin CRP EBI B2B EDICOMNet edi logistics SAFT-PT business@mail CT-e NFS-e TSD epayrolls factura electronica edi automotive comprobante de pago CAE DTE e-awb nfc-e comprobante fiscal electronico compliance xml-cargo edicom air iata e-cargo facturación electrónica IVA AFIP Cargo-XML EDICOMAir SUNAT Perú EDI Auto b2g datapool panama PCRDD edi academy sat paperless mmog OFTP EDI Web carrefour boleto financeiro Brasil boleto financeiro não registrado boleto registrado colombia factoring X12 DIAN México DESADV ASN Costa Rica Nexxera interoperabilidad Cancelación Brazil redes supermercadistas centros de compras no Brasil european union emisión electrónica global einvoicing factura electrónica ecuador VAT compliance aviso de expedición Advanced Shipped Notice Despatch Advice data synchronization SEFAZ fatura eletrônica Nota Fiscal Eletrônica tendencias interoperability interconexión SINTEL Brasil interoperabilidade e-procurement trends digitization digital transformation SaaS MMOG/LE latam cybersecurity EDI financeiro white paper factura electrónica colombia fintech ebimap SME EDICOMLta e-commerce EDI financiero fattura b2b B2B e-Invoicing GDPR portugal

Siga-nos

  • linkedin
  • rss