buscar

Notícias de Tecnologia
Nosso presente é a melhor garantia do futuro

O Faturamento Eletrônico no Panamá iniciará a partir de 2017

15/12/2015

bandera-panama-cerro-ancon

A Dirección General de Ingresos (DGI) do Panamá anunciou que implementará a Fatura Eletrônica a partir de 2017. O objetivo é de reduzir a evasão fiscal, visto que com este sistema, os comércios reportarão o detalhe de suas vendas à Fazenda em tempo real e de forma digital. Algo que já ocorre em múltiplos países da região como: México, Argentina, Chile ou Brasil.

Desde 2011, os comércios da Distribuição estavam obrigados a utilizar impressoras fiscais, uma medida que pretendia melhorar o controle dos impostos. Por outro lado, após 4 anos, as cifras continuam sendo negativas. Entre Janeiro e Junho deste ano, a economia do país cresceu 6,2%, porém, a arrecadação do ITBMS (Impuesto a las Transferencias de Bienes Corporales Muebles y la Prestacion de Servicios) diminui em 6,5%.

Além disto, as impressoras fiscais causaram alguns problemas de operação e dificuldades para integrá-las com os programas de contabilidade. Tudo isto, motivou a necessidade de buscar um sistema alternativo que permita cumprir com os objetivos tributários da DGI, ao mesmo tempo em que facilita o processo às empresas.

A implantação dos comprovantes digitais simplificará a geração, o envio e a declaração das faturas. Com esta tecnologia é possível automatizar por completo as operações, de modo que as empresas reduzam os erros e incrementem assim,  a produtividade rapidamente.

Outro fator a ser levado em consideração também é que a fatura eletrônica, minimiza os custos econômicos, em relação a gastos em papel, envios postais e infraestrutura física de armazenamento. De fato, calcula-se que a redução pode chegar até 80% em relação ao processo tradicional.

Uma tendência global

Atualmente, dezenas de países de todo o mundo utilizam os comprovantes digitais ou estão em processo de utilizá-los. A EDICOM, através de seu Observatório Internacional de Fatura Eletrônica, encarrega-se de estudar os avances que se produzem nesta tecnologia e nas futuras incorporações, como a do Panamá. Estes dados são fundamentais para manter sempre atualizada a Plataforma Global E-invoicing.

Gostaria de mais informações?


Solicite-as