buscar

Notícias de Tecnologia
Nosso presente é a melhor garantia do futuro

O EDI no setor Varejista: um antes e um depois

07/06/2016



O diretor comercial da EDICOM no Brasil, William Pascheti, elaborou um estudo sobre a importância do fluxo de informação na cadeia de suprimentos do setor varejista, através do Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI). A conclusão, segundo nos explica em uma entrevista, é que atualmente esta ferramenta é “imprescindível, necessária e essencial para lograr a conectividade plena da Supply Chain”.

O trabalho de Pascheti baseia-se em um exemplo real: o caso de êxito do supermercado Dia% em Brasil. Tal e como nos conta, a cadeia iniciou ao país em 2001, porém até 2008 não começou a empregar o EDI em seus processos de comunicação. “Podemos dizer que a EDICOM contribuiu a que se produzisse uma mudança de paradigma na rede Dia% Brasil. Graças à tecnologia, houve um antes e um depois do EDI como fator de destaque nas operações de abastecimento e distribuição.”, comenta o diretor comercial do Brasil.

Porque o EDI no setor varejista?

Na atualidade, o intercâmbio eletrônico de dados se utiliza cada vez mais em todos os setores. Ainda assim, a indústria varejista é uma das que mais necessita empregar a tecnologia para ser competitiva. Na era da informação e do conhecimento, estas empresas devem ser capazes de comunicar-se com todos os elos da cadeia de suprimentos de uma forma fluida e segura. E isto é algo que o EDI permite lograr facilmente.

“O caso do Dia% nos demonstra claramente como se beneficiam os negócios com a incorporação desta tecnologia”, afirma William Pascheti.  Antes da implementação do EDI, o supermercado se comunicava com todos seus partners através do correio eletrônico. O problema é que, por um lado, este meio é inseguro e, por outro, não possui rastreabilidade. Isto se traduzia em erros, lead time de respostas, ineficiências no subprocesso de distribuição e, finalmente, atrasos nas entregas.

A partir de 2008, a implementação de uma solução EDI permitiu comunicações mais seguras e automatizadas. Desde então, as taxas de erros diminuíram a um patamar mínimo e a eficiência logística é muito maior. “Com esta tecnologia, o Dia% Brasil passou a obter rastreabilidade sobre cada atividade, de modo que passou a conhecer com certeza, se o fornecedor recebeu o pedido e quando o mesmo chegou ao fornecedor”, aclara o diretor comercial de EDICOM no Brasil.

Porém, as vantagens do EDI vão mais além da pura gestão da cadeia de suprimentos. O fato de conseguir uma maior eficiência nestes processos significa também uma melhor atenção ao cliente. Com o EDI, “o supermercado sempre tem disponibilidade e, hoje em dia, isso é fundamental para os consumidores, que se não encontram o que buscam perdem fidelidade na marca”.

Esta ferramenta permite que as empresas transacionem de maneira mais efetiva os dados, além tornar possível conhecer o comportamento do cliente, melhorando o controle do estoque. Também se diminui o conhecido “efeito chicote”, que prejudica a eficiência no varejo, ao gerar custos logísticos e de armazenamento. “O EDI otimiza o controle logístico e operacional, além da disponibilidade de mercadorias ao consumidor final. Por isso, podemos dizer que as empresas que empregam esta tecnologia tem uma grande vantagem competitiva em respeito as demais”, comenta o William Pascheti.

Um desafio adiante

Apesar dos benefícios do intercâmbio eletrônico de dados, a maior parte das empresas brasileiras do setor ainda pensa neste salto tecnológico como uma obrigação, ao contrário do que ocorre na Europa ou Estados Unidos. Isto, tal e como nos conta Pascheti, impede o aproveitamento de todas as vantagens que são possíveis de obter com o advento do EDI: “já não há dificuldades técnicas; somente é necessário uma mudança de mentalidade por parte das companhias”.

Gostaria de mais informações?


Solicite-as

Tags

Cloud Computing B2B Cloud Platform EDI ASP-SaaS e-Invoicing GDSN VMI VAN OFTP2 AS2 Certification Authority Digital Signature Outsourcing SLA Software EDICOM Events SaaS-ASP Corporate Information GS1 CFDI PAC APP Associated Data Sync partners EDICOM Retail public administrations Acreditations Web Portal EDI NF-e einvoicing Partner Web Portal SAP EDI Health Edicomdata ediwin CRP EBI B2B EDICOMNet edi logistics SAFT-PT business@mail CT-e NFS-e TSD epayrolls factura electronica edi automotive comprobante de pago CAE DTE e-awb nfc-e comprobante fiscal electronico compliance xml-cargo edicom air iata e-cargo facturación electrónica IVA AFIP Cargo-XML EDICOMAir SUNAT Perú EDI Auto b2g datapool panama PCRDD edi academy sat paperless mmog OFTP EDI Web carrefour boleto financeiro Brasil boleto financeiro não registrado boleto registrado colombia factoring X12 DIAN México DESADV ASN Costa Rica Nexxera interoperabilidad Cancelación Brazil redes supermercadistas centros de compras no Brasil european union emisión electrónica global einvoicing factura electrónica ecuador VAT compliance aviso de expedición Advanced Shipped Notice Despatch Advice data synchronization SEFAZ fatura eletrônica Nota Fiscal Eletrônica tendencias interoperability interconexión SINTEL Brasil interoperabilidade e-procurement trends digitization digital transformation SaaS MMOG/LE latam cybersecurity EDI financeiro white paper factura electrónica colombia fintech ebimap SME EDICOMLta e-commerce EDI financiero fattura b2b B2B e-Invoicing GDPR portugal

Siga-nos

  • linkedin
  • rss