Worldwide EDI
Realize o intercâmbio de seus documentos XML/EDI com parceiros em todo o mundo

O EDI, “intercâmbio eletrônico de dados”, é um sistema essencial de troca de informações entre as empresas

Padrões EDI

Existem diferentes padrões para a estruturação de mensagens EDI. Alguns têm uma maior penetração em determinados setores ou regiões do mundo e, apesar das suas peculiaridades, todos partem da mesma premissa:

  • São mantidos e gerenciados por organizações supranacionais que monitoram sua validade e efetividade.
  • Estabelecem normas e pautas sobre como estruturar documentos comerciais. Estas pautas incluem critérios operacionais e técnicos para a geração das mensagens.
  • São conhecidos e as informações sobre como administrá-los são acessíveis e públicas.

UN/EDIFACT

É um dos padrões mais difundidos, especialmente na Europa.

UN/EDIFACT (United Nations/Electronic Data Interchange for Administration, Commerce and Transport) é o padrão EDI desenvolvido pelas Nações Unidas e mantido posteriormente pelo CEFACT (United Nations Centre for Trade Facilitation and Electronic Business) da Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa.

Para estruturar as mensagens, o padrão EDIFACT baseia-se em regras sintáticas que permitem a troca eletrônica destes dados em âmbitos multinacionais e multissetoriais.

ANSI ASC X12

O American National Standards Institute (ANSI) desenvolveu esta norma em 1979 para facilitar a troca de informações estruturada entre as empresas dos EUA.

Devido a seu desenvolvimento e grau de implementação, atualmente milhares de empresas do mundo inteiro (não apenas norte-americanas) utilizam este padrão em seus projetos EDI.

ODETTE

As siglas ODETTE significam “Organisation for Data Exchange by Tele Transmission in Europe”, um grupo que representa os interesses da indústria automobilística na Europa e desenvolve ferramentas e recomendações para melhorar os processos associados à gestão da cadeia de valor do setor.

ODETTE é a organização responsável pelos protocolos de comunicação OFTP e OFTP2, muito difundidos para a troca de documentos comerciais e, em engenharia, para as especificações CAD.

Principais Vantagens

  • Simplificação da comunicação com seus parceiros com o uso de um meio de comunicação
  • Redução do tempo gasto em tarefas operacionais
  • Maior agilidade no processo de escalabilidade para atender aos diferentes processos de negócios
  • Precisão no processamento das informações
  • Melhora do serviço ao cliente final
  • Validação e rastreabilidade das informações em tempo real
  • Diminuição de erros
  • Maior segurança e controle das transações
  • Redução dos custos administrativos