Notícias de Tecnologia
Nosso presente é a melhor garantia do futuro

“É o momento que as empresas invistam no EDI Financeiro no Brasil”

03/08/2016

O setor financeiro do Brasil é, atualmente, um dos mais avançados tecnologicamente em todo o mundo. Os investimentos em IT buscam, sobretudo, garantir a integridade dos dados em um âmbito que resulta especialmente confidencial. Neste sentido, o EDI se ergueu como um sistema idôneo para que os bancos, as seguradoras e as empresas que trabalham com financiamento otimizem as comunicações e intercambiem seus arquivos de um modo mais seguro.

“O EDI financeiro cumpre com os 4 pilares fundamentais que deve ter uma relação neste setor: integridade, segurança, confidencialidade e rastreabilidade. Porém, além disso, aporta outras vantagens competitivas que as empresas  não deveriam passar por alto. Falamos da automatização dos processos, a eficiência, entre outros”, explica o expert da EDICOM em EDI financeiro, William Pascheti.

O uso do EDI financeiro é para muitas companhias, um aliado na hora de implementar procedimentos tão habituais como o pagamento dos holerites aos empregados ou o ingresso das previdências à Administração Pública. “Um de nossos clientes no Brasil, o grande varejo de moda Marisa, logrou automatizar o trabalho que realizavam 10 pessoas simplesmente implementando uma solução EDI. Agora, esta dezena de empregados deixou de lado estas operações financeiras para dedicar-se a outras tarefas que realmente agreguem valor a empresa”, comenta William Pascheti.

Ainda que o Brasil se encontre atualmente em um momento de crise política e econômica, o expert em EDI da EDICOM coloca que “é tempo de que as empresas do setor financeiro invistam em soluções EDI que lhes permitam melhorar os processos internos de trabalho”. Tal e como comenta Pascheti, “o setor financeiro deve estar bem preparado para ser competitivo quando a aceleração retorne à tona”.

 

Como funciona o EDI no setor financeiro?

No plano nacional, todas as mensagens EDI que se intercambiam entre os bancos, as empresas e o restante dos atores do âmbito financeiro utilizam o padrão CNAB, criado pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN).

Por outro lado, nas operações internacionais o processo se realiza através da Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication, mais conhecida como SWIFT, mediante o padrão XML ISO 20022. Trata-se de uma rede de alcance global utilizada por mais de 11.000 instituições financeiras em mais de 200 países de todo o mundo.

 

Como a segurança é garantida?

É imprescindível que as operações financeiras sejam seguras e confidenciais. Antes de implementar qualquer processo, as entidades necessitam assegurar-se de que o provedor encarregado de realizar a transmissão cumpra com todos os requisitos necessários para garantir a criptografia dos dados.

“Na EDICOM contamos com três certificações que dão credibilidade de que o processo será realizado de uma forma íntegra e confidencial. Em primeiro lugar, a ISO 27001 acerca da segurança da informação; em segundo lugar, a ISO 20000 sobre a qualidade do serviço IT e, por último, a ISAE 3402 que coloca barreiras a fraude ou a corrupção econômica”, afirma William Pascheti.

A norma ISAE 3402 possui especial relevância por sua relação com a conhecida lei Americana SOX, que surgiu a raiz do escândalo de Enron Corporation. Da mesma forma que esta normativa, a ISAE 3402 promove um exaustivo controle interno com o objetivo de assegurar a transparência financeira.

O expert da EDICOM explica que “a implementação do EDI financeiro requer certificações como esta que assegurem o compliance e permitam a governança corporativa nas grandes empresas”. Isto é o que se denomina e-governance. Em outras palavras, a aplicação da tecnologia não somente para automatizar os processos e otimizar as comunicações, mas também para evitar as más praticas.

 

Por que a EDICOM?

“As empresas do setor financeiro que decidem adotar o EDI devem olhar além do desenvolvimento do processo de transmissão. O realmente importante é eleger um provedor com um serviço robusto”, indica Pascheti. No caso da EDICOM, esse serviço fica comprometido em um SLA assinado que garante uma disponibilidade do 99,9% de utilização do serviço. Isto é possível, graças a um Data Processing Center (DPC) de alto rendimento.

Além destas características, “as corporações também devem valorar o suporte, a atenção comercial e os serviços de valor agregado”. Em um mundo que evolui rapidamente, a capacidade de adaptação resulta crucial para que as empresas continuem sendo competitivas.

 

Gostaria de mais informações?


Solicite-as

Tags

Cloud Computing B2B Cloud Platform EDI ASP-SaaS e-Invoicing GDSN VMI VAN OFTP2 AS2 Certification Authority Digital Signature Outsourcing SLA Software EDICOM Events SaaS-ASP Corporate Information GS1 CFDI PAC APP Associated Data Sync partners EDICOM Retail public administrations Acreditations Web Portal EDI NF-e einvoicing Partner Web Portal SAP EDI Health Edicomdata ediwin CRP EBI B2B EDICOMNet edi logistics SAFT-PT business@mail CT-e NFS-e TSD epayrolls factura electronica edi automotive comprobante de pago CAE DTE e-awb nfc-e comprobante fiscal electronico compliance xml-cargo edicom air iata e-cargo facturación electrónica IVA AFIP Cargo-XML EDICOMAir SUNAT Perú EDI Auto b2g datapool panama PCRDD edi academy sat paperless mmog OFTP EDI Web carrefour boleto financeiro Brasil boleto financeiro não registrado boleto registrado colombia factoring X12 DIAN México DESADV ASN Costa Rica Nexxera interoperabilidad Cancelación Brazil redes supermercadistas centros de compras no Brasil european union emisión electrónica global einvoicing factura electrónica ecuador VAT compliance aviso de expedición Advanced Shipped Notice Despatch Advice data synchronization SEFAZ fatura eletrônica Nota Fiscal Eletrônica tendencias interoperability interconexión SINTEL Brasil interoperabilidade e-procurement trends digitization digital transformation SaaS MMOG/LE latam cybersecurity EDI financeiro white paper factura electrónica colombia fintech ebimap SME EDICOMLta e-commerce EDI financiero fattura b2b B2B e-Invoicing GDPR portugal blockchain

Siga-nos

  • linkedin
  • rss